SAE Ourinhos

Notícias

Estudantes de enfermagem da Etec visitam instalações da Nova ETA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Estudantes do curso de enfermagem da Etec Jacinto Ferreira de Sá visitaram dia 27 de novembro as instalações da Nova Estação de Tratamento de Água de Ourinhos. Durante visita guiada pelos servidores da SAE, os alunos presenciaram todo o processo de produção e distribuição de água, desde a captação no Rio Pardo, passando pelas fases de decantação, filtragem, tratamento e armazenagem da água. Técnicos da SAE também apresentaram aos estudantes o novo laboratório da ETA e o controle informatizado de verificação dos níveis dos reservatórios.

AGENDAMENTO
Escolas interessadas em levar estudantes para conhecer o processo de tratamento de Água na ETA devem solicitar agendamento via e-mail: assessoria@saeourinhos.sp.gov.br. Na solicitação deve constar o nome da escola, a quantidade de alunos e o nome do professor responsável pela turma.

NOVA ETA
A Nova ETA de Ourinhos completou no dia 22 de novembro oito meses de funcionamento. Construída em tempo recorde, entre outubro de 2022 e março de 2023, a moderna estação chega após 60 anos da inauguração da primeira ETA de Ourinhos. O empreendimento é mais uma ação da SAE e da Prefeitura de Ourinhos para aprimorar o abastecimento de água no município.

A Nova ETA vai garantir o abastecimento de água em Ourinhos enquanto possibilita a recuperação da antiga ETA, que foi construída na década de 1960 e, desde então, não passou por reformas estruturais. As duas estações funcionando em conjunto serão capazes de produzir água para uma Ourinhos de até 200 mil habitantes.

Formada por módulos de aço inox, a nova ETA possui tecnologia de ponta que alia automação, qualidade e praticidade. Capaz de produzir 17 milhões de litros de água por dia, com baixo custo energético, a estação tem como característica a capacidade de tratar elevados níveis de turbidez de água. O seu processo de purificação da água é composto por sistemas preliminares, coagulação, floculação mecanizada, decantação, filtração e desinfecção. Sua eficiência também se destaca no reaproveitamento da água de retrolavagem e no tratamento automático de lodo residual.

Leia também