SAE rebate empresário que tenta amedrontar e instigar pânico à população com mentiras sobre a água de Ourinhos

SAE rebate empresário que tenta amedrontar e instigar pânico à população com mentiras sobre a água de Ourinhos

SAE rebate empresário que tenta amedrontar e instigar pânico à população com mentiras sobre a água de Ourinhos

A SAE - Superintendência de Água e Esgoto de Ourinhos esclarece e repudia a manifestação publicada nas redes sociais pelo empresário Sergio Gama e as páginas Muda Ourinhos e Notícias Ourinhos, com suposições e afirmações absolutamente inverídicas a cerca da qualidade da água distribuída no município.  

 

A postagem claramente tem o propósito de desacreditar a SAE perante a população, sobre a principal prestação de serviço desta autarquia que é a produção de água potável. 

 

O conteúdo da postagem tenta de forma irresponsável e infundada relacionar a incidência de doença a água consumida no município, de tal maneira que as suposições publicadas vêm amedrontando, instigando o temor e pânico à população.

 

Claramente agindo de má fé, nota-se que a idéia de desqualificar a nossa água difundida pelo empresário na internet desborda de uma pseudo exposição técnica vulgar, para tornar-se objetivamente em intenção confessada de promover a venda dos produtos e serviços de sua empresa de sistemas para tratamento e reuso da água. 

 

Embora as ilações divulgadas sejam desprovidas de comprovações inequívocas, a SAE informa que desde o início da atual gestão em 2017, a SAE utiliza hipoclorito de sódio concentração 10%, com grande eficiência e ainda preservando à saúde dos funcionários que manuseiam o produto na Estação de Tratamento (ETA), além de diminuir o risco de contaminação ambiental diante de um vazamento. 

 

O empresário usa o Relatório Epidemiológico de 2005-2012 divulgados pelo Hospital Amaral Carvalho em Jaú, para sustentar suas suposições, relacionando a água com o atendimento de pessoas de Ourinhos naquela instituição de saúde. A SAE entrou em contato e expôs o ocorrido ao Diretor de Transparência e Imagem Institucional do hospital, Fernando Schwarz, que declarou: 

 

"Informo que Ourinhos não é a cidade que mais encaminha pacientes ao Hospital Amaral Carvalho. O nosso relatório, por força de lei, tem que ser de exposição pública em nosso site e está disponível para todo e qualquer cidadão ter livre acesso a ele para obtenção de dados para os mais variados fins;

 

- Os dados nele contidos são reais, produzidos por uma equipe altamente qualificada e checados por auditoria;

 

- Em nenhum momento, em nosso relatório, está inserida a informação de que ?a cidade de Ourinhos é a campeã estadual em casos de câncer?, pois os nossos dados não refletem a realidade de todo o estado de São Paulo, já que em nosso estado, existem outros vários hospitais de excelência no tratamento de câncer e, para se ter um resultado como o insinuado pela reportagem, todas as instituições do estado teriam que ser consultadas e seus dados apurados;

 

- "Talvez esteja havendo uma falha de interpretação do veículo produtor da notícia, contudo, ele é o único responsável pelas conseqüências de seu ato, cabendo aos eventuais prejudicados tomarem as providências que acharem devidas."

 

Os profissionais da SAE, que cuidam da qualidade da água são habilitados pelo Conselho Regional de Química, diariamente realizam testes e análises necessárias para confirmar a potabilidade da água distribuída no município. 

 

Cabe informar ainda que a SAE integra o Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (SISAGUA) ligado ao Ministério da Saúde, órgão fiscalizador externo que atua junto a laboratórios credenciados que emite laudos de análises das amostras enviadas pela SAE.

O SISAGUA tem como objetivo auxiliar o gerenciamento de riscos à saúde associados à qualidade da água decorrentes da presença de substâncias químicas como agrotóxicos, produtos químicos, metais, solventes, etc. 

 

Diferentemente do que propagam as postagens que tentam colocar em xeque a qualidade da água dos ourinhenses, os laudos laboratoriais solicitados mensalmente a esses órgãos de controle e vigilância, historicamente atestam positivamente o padrão de potabilidade da nossa água. 

 

Portanto, a SAE vem nesse momento tranquilizar a população, reiterando que trabalha de forma responsável e transparente; assegurando que a água consumida por todos nós é apropriada, sendo o seu consumo seguro e consciente, não oferecendo riscos à saúde pública

Outras Notícias