SAE pede uso racional da água durante o período de altas temperaturas

SAE pede uso racional da água durante  o período de altas temperaturas

SAE pede uso racional da água durante o período de altas temperaturas

Segundo dados do Instituto for Space Studies (GISS) da NASA (Agência Aeroespacial dos Estados Unidos), publicado no dia 14 de outubro, na Folha de SP, o planeta Terra registrou um novo recorde de temperatura alta: o mês de setembro foi o mais quente desde 1880. Os dados do GISS ainda indicam que 2014 poderá ser o ano mais quente da história. 
As temperaturas elevadas têm provocado o excesso no consumo de água e causado preocupação à SAE (Superintendência de Água e Esgoto), pois reflete no sistema de reservação e distribuição de água tratada, principalmente nas regiões mais elevadas. Aliado a elevação do consumo, a SAE rotineiramente executa serviços de manutenções em redes, válvulas e bombas, que normalmente ocasionam interrupções do fornecimento de água. 
Uma situação ocorrida recentemente, nos dias 07 e 12 de outubro, foi à paralisação temporária do sistema de bombeamento da ETA (Estação de Tratamento de Água) no intuito de propiciar a manutenção em um registro (válvula) situado na entrada de um dos reservatórios principais do pátio da SAE. Toda vez que é executado reparo há uma demora para recuperar o sistema de reservação de água em função do grande consumo. 
Para minimizar os impactos causados, a SAE tem realizado algumas manobras de registros em pontos estratégicos com a finalidade de melhorar o abastecimento na cidade.
Diante das altas temperaturas a autarquia solicita o consumo racional da água, devendo ser priorizado para a alimentação e higiene pessoal. A colaboração da população é fundamental nesse período, por isso, a SAE pede que sejam adotadas medidas de redução no consumo, evitando as lavagens de calçadas e automóveis, banhos prolongados, entre outros usos sem controle, contribuindo, desta forma, para minimizar os impactos no abastecimento. Ourinhos é uma cidade privilegiada em comparação a outras que estão sofrendo constantemente com a falta de água, mas isso se deve a uma série de ações que a autarquia vem realizando para que esta situação não venha acontecer em nossa cidade. Dentre as medidas está com conjunto de obras com recursos próprios: 




• Ampliação da captação de água destinada ao tratamento na ETA, consistindo em uma nova captação às margens do Rio Pardo, adutora e torre receptora de água bruta; 

• Perfuração de um poço profundo na região do Parque dos Diamantes e Jd. das Paineiras, consistindo na instalação de bomba, execução de adutora, abrigos, instalações elétricas especiais, automatização do acionamento de bomba. Está em fase de licitação a perfuração de um outro poço na região da Fazenda Santa Maria. A previsão é de que esses dois poços possam contribuir para um aumento da vazão de água destinada à distribuição em cerca de 7 milhões de litros/dia, ou seja, devendo contribuir substancialmente como melhoria do sistema de abastecimento. 

Outras Notícias