Prefeitura, SAE e Recicla lançam campanha “Coleta Seletiva Solidária”

Prefeitura, SAE e Recicla lançam  campanha “Coleta Seletiva Solidária”

Prefeitura, SAE e Recicla lançam campanha “Coleta Seletiva Solidária”

Cerca de 85 toneladas de lixo por dia são produzidos em Ourinhos. Esse número tem sido crescente e diante desta situação, a Superintendência de Água e Esgoto (SAE) em parceria com a Prefeitura de Ourinhos e a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Ourinhos somaram forças para realizar uma nova campanha que visa ampliar a conscientização ambiental de toda a população sobre a importância da correta separação do resíduo sólido urbano. O lançamento da campanha aconteceu na manhã desta terça-feira, 14, na SAE, com a presença da prefeita Belkis Fernandes, do superintendente Haroldo Adilson Maranho e da presidente da Recicla Ourinhos, Matilde Ramos. Também estiveram presentes ao evento o secretário de Meio Ambiente e Agricultura Diógenes Corrêa Leite; a secretária de Educação Maria Tereza Paschoal de Moraes; representando o Deputado Federal Capitão Augusto, o assessor Neno Batista e a cooperada da Recicla, Cláudia da Silva.
A campanha “Coleta Seletiva Solidária – Reduza, Reutilize, Recicle” teve como ‘atores’ os próprios servidores da SAE e da Cooperativa Recicla Ourinhos, pois são eles que estão no dia a dia conversando com os munícipes e coletando tanto o lixo doméstico, quanto da reciclagem. O objetivo principal desta campanha é disseminar a importância da correta separação do reciclável para o desenvolvimento sustentável do planeta, assim como para a questão social e econômica dos catadores no momento em que a população doa o material separado para a coleta seletiva, contribuindo também para a preservação do meio ambiente. Outra ação será a distribuição de folders informativos pelos catadores da Recicla Ourinhos, que irão de casa em casa explicar aos moradores a maneira adequada de separar o resíduo sólido urbano como papéis, plásticos, vidros e metais que são separados do lixo orgânico (restos de carne, frutas, verduras e outros alimentos). Dessa forma, os materiais recicláveis deixam de ser lixo, possuindo uma destinação ambientalmente correta na atuação chamada de 3Rs – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. 
A campanha ainda contará com o amplo apoio das Secretarias Municipais, especialmente do Meio Ambiente e Educação, pois se estenderá aos alunos das escolas municipais, estaduais e particulares, assim como para as Associações de Moradores de Bairros.

Apoio da população

Durante o lançamento, a prefeita Belkis solicitou o auxílio de todos os munícipes. “A participação da população é fundamental, afinal a coleta seletiva é um ato de cidadania e de consciência, por isso pedimos a colaboração de todos para separar os materiais recicláveis. A Recicla Ourinhos está ampliando sua atuação para quase todos os bairros da cidade, afinal isto é sustentabilidade ambiental, porque quanto mais reciclar, menos resíduo vai para o Aterro aumentando a sua vida útil”.
O superintendente Haroldo também reforçou o pedido de apoio à população. “A parceria entre SAE, Prefeitura e a Cooperativa Recicla Ourinhos visa com esta campanha ‘Coleta Seletiva Solidária’ contar com o apoio integral da população para que possamos ter o maior aproveitamento do resíduo sólido urbano, que antes era descartado e como consequência aumentaria a quantidade de lixo. Nosso objetivo é aumentar a coleta seletiva já existente, para que fique o mínimo de rejeito para o aterro e já temos o projeto para a construção da Central de Triagem de Resíduos (CTR). A coleta seletiva além de minimizar o impacto ambiental, também contribui no combate à dengue, ao eliminar os criadouros do mosquito e ainda gera renda para os cooperados da Recicla Ourinhos”, enfatizou.
Com bastante ênfase, a presidente da Recicla Ourinhos, Matilde também destaca a importância do papel de cada cidadão no momento da separação do lixo. “É muito emocionante para nós que estávamos no lixão anos atrás e hoje estamos dentro do espaço público dizendo como é importante a separação do lixo nas casas. As pessoas precisam se conscientizar de que é ela quem tem que separar o lixo, isto não é responsabilidade da Recicla, nem da Prefeitura, nem da SAE. A população tem que entender que isto é para o futuro da nossa cidade e da nossa nação. Depois que as pessoas se habituam a separar o lixo, dá até dor na consciência ao jogar um papel de bala no chão. Ourinhos já é referência no Estado e no Brasil na coleta seletiva, mas infelizmente ainda tem muitas cidades, inclusive da nossa região onde temos visto catadores ainda vivendo em lixões. Nós estamos lutando para mudarmos essa realidade e sermos reconhecidos como trabalhadores como já acontece em Ourinhos”, finalizou.



Outras Notícias