Desconhecidos fazem intervenções proibidas em rede de distribuição de água no Jardim Itamaraty

Desconhecidos fazem  intervenções proibidas em rede de distribuição de água no Jardim Itamaraty

Desconhecidos fazem intervenções proibidas em rede de distribuição de água no Jardim Itamaraty

 

No ultimo dia 12 de julho, durante o trabalho de inspeção da rede de distribuição de água no Jardim Itamaraty, funcionários da SAE foram surpreendidos pela informação de moradores do local, de que terceiros estariam manipulando um registro da SAE  localizado na Rua José Robles Agrella esquina com a Rua Carlos Tomal.

 

Conforme o relato de moradores das proximidades, durante vários dias entre o mês de junho e começo de julho, eles observaram desconhecidos munidos de uma ferramenta mexendo na caixa local do Registro de Manobra, dispositivo da rede pública de distribuição de água que controla o fechamento ou abertura da vazão no sistema.

 

De acordo com os moradores a ação dos desconhecidos ocorria pela manhã e também no período da tarde, na maioria das vezes chegavam de caminhão ou em uma camionete da qual saltavam duas pessoas com uma barra de ferro grande em forma de T, destampavam a caixa subterrânea e em seguida faziam movimentos giratórios com a ferramenta.

 

Os munícipes ainda relataram que primeiramente acreditavam que as pessoas e veículos envolvidos na ação eram da SAE, mas, com o tempo perceberam que não se tratava de funcionários ou veículos da autarquia. Segundo os relatos todas as vezes em que os desconhecidos agiram no local a pressão da água nas torneiras nas residências nas redondezas  reduziam bastante e em muitas delas a água cessava. 

 

Diante  das informações dos moradores funcionários da SAE verificaram sinais de que a caixa estava sendo violada e que o Registro de Manobra havia sido aberto. Um seccionamento foi feito na tubulação para impedir que a água da rede do bairro fosse desviada.

 

No entanto, no último dia 19 (quinta feira), uma moradora vizinha do local telefonou na SAE informando que novamente desconhecidos mexeram no registro e em seguida deixaram o local. Funcionários da rede de água foram até lá e constataram que grande quantidade de água estava jorrando na base da caixa do registro que estava aberto.

 

O registro em questão controla a  interligação da rede pública de água instalada pela SAE no mês de abril de 2018, na qual foram implantados 300 metros de tubos de diâmetro 150mm na calçada ao longo da Rua José Robles Agrella.

 

A interligação destina-se a abastecer exclusivamente o loteamento EcoVille, ainda em construção, que integra o Programa Minha Casa Minha Vida com 500 moradias, destinadas à população de baixa renda.  Porém sua utilização, ou seja, a abertura do registro para vazão de água até o novo loteamento só poderia ser feita após a conclusão de todo empreendimento, quando todas as casas estiverem ocupadas pelos futuros mutuários.

 

Diante do exposto pelos moradores do local, a SAE registrou boletim de ocorrência para que as responsabilidades sejam apuradas no que em tese,  pode ser caracterizado como furto de água.

Outras Notícias