SAE Ourinhos

Notícias

550 toneladas de recicláveis são recolhidos em Ourinhos no 1º bimestre do ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Cooperativa Recicla, em parceria com a SAE (Superintendência de Água e Esgoto), recolheu no primeiro bimestre do ano em Ourinhos 550 toneladas de materiais recicláveis. Papel, vidro, metal e plástico passam por separação e posteriormente são comercializados para empresas especializadas em reciclagem. A renda é revertida para cerca de 110 famílias que trabalham na cooperativa. O trabalho também beneficia o meio ambiente já, que o material arrecadado deixa de ser levado à Central de Transbordo de Ourinhos, que recebe todo o lixo domiciliar da cidade.

A população pode colaborar com a coleta seletiva separando o lixo reciclável. A Recicla percorre mais de 90 regiões todas as semanas. Cada bairro tem dia e horário programado para a coleta (veja aqui). O cronograma também pode ser acessado no site da SAE. Entre os materiais que podem ser reciclados estão jornais, revistas, caixas de leite, latas, alumínio, garrafas, vidros e frascos plásticos.

ÓLEO

A coleta seletiva de lixo em Ourinhos não se limita apenas a materiais recicláveis. A Recicla e a também recolhem óleo de cozinha usado. Todos os meses cerca de 100 litros de óleo são coletados. O material é vendido para empresa especializada na produção do biodiesel, combustível que causa menos danos ambientais.

FAÇA A SUA PARTE

Separar o lixo contribui para a preservação do meio ambiente, já que os recicláveis deixam de ser destinados aos aterros sanitários junto com o lixo comum. Os recicláveis são reaproveitados, se transformam em outros produtos, evitando novos processos de extração de matérias-primas da natureza. Recicláveis demoram anos, décadas e até séculos para se decompor no meio ambiente. Por isso, a importância da coleta seletiva.

Os materiais de reciclagem não requerem muita energia para serem remanufaturados em comparação com a conversão de novas matérias-primas em produtos utilizáveis, portanto, gera economia.

Adotar essa ideia e ter ações diárias de reciclagem não requer mudanças de estilo de vida tão dramáticas como pode parecer à primeira vista. Geralmente, em uma casa ou empresa, há mais resíduos recicláveis do que não recicláveis.

Leia também

×