SAE Ourinhos

Notícias

Filtros Capacitivos da SAE reduzem a ocorrência de queima de equipamentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

É comum que a variação de tensão na rede elétrica provoque a queima de equipamentos, causando prejuízos para residências e empresas. No caso da SAE (Superintendência de Água e Esgoto) de Ourinhos, uma bomba de água danificada pode interromper o abastecimento à população por tempo prolongado. Para evitar o problema, a SAE instalou em seu parque elétrico Filtros Capacitivos que, além de reduzirem a ocorrência de queima de equipamentos, também proporcionam economia de energia que, na autarquia, pode chegar a R$ 780 mil em um ano.

Segundo o setor de oficina e manutenção da SAE, após a instalação dos equipamentos foi observada uma redução nas ocorrências de queima em fontes de computadores, o que já é um indicativo da eficácia dos Filtros Capacitivos. Quanto aos equipamentos mais pesados, que consomem mais energia elétrica, como as bombas d’água, por exemplo, uma estimativa mais precisa deve demorar cerca de um ano.

Os Filtros Capacitivos têm a função de filtrar os denominados “efeitos das harmônicas” no sistema elétrico, que são distúrbios de frequência na rede. Os capacitores filtram essas harmônicas e as estabilizam num patamar aceitável para os equipamentos. Os filtros também possuem dispositivo de proteção contra surtos de energia, como os raios, por exemplo.

Os equipamentos foram instalados para melhorar o desempenho e reduzir custos. Estudos apontam queda de 8,83% no consumo de energia elétrica em todos os setores da SAE, desde o administrativo até a Estação de Tratamento de Água, o que representa economia aos cofres públicos de R$ 780 mil ao ano. A política de gestão eficiente vem gerando recursos para investimentos em abastecimento de água, tratamento de esgoto e coleta de lixo.

Leia também

×