SAE Ourinhos

Notícias

Filtros Capacitivos geram economia de R$ 780 mil com energia elétrica na SAE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A SAE (Superintendência de Água e Esgoto) de Ourinhos apresentou na tarde de quinta-feira (21) o relatório com os resultados da instalação dos Filtros Capacitivos no parque elétrico da autarquia, equipamentos desenvolvidos para melhorar desempenho e reduzir custos. Os dados apontam queda de 8,83% no consumo de energia elétrica em todos os setores da SAE, desde o administrativo até a Estação de Tratamento de Água, o que representa economia aos cofres públicos de R$ 780 mil ao ano.

Segundo o Superintendente da SAE, Inácio J.B. Filho, a política de gestão eficiente vem gerando recursos para investimentos em abastecimento de água, tratamento de esgoto e coleta de lixo.

Os números da redução no consumo de energia foram demonstrados durante reunião entre o Diretor de Operações da SAE, Ronaldo de Oliveira Sampaio, o Engenheiro Eletricista Samuel Aparecido Graciano e Tales Mariano, representante da Blink Brasil, empresa responsável pela instalação dos Filtros Capacitivos.

HORAS EXTRAS

Recentemente a SAE também apresentou relatório demonstrando que, nos últimos cinco anos, após implantação de sistema de controle, como ponto eletrônico e justificativa de serviços, houve queda de 60% nas despesas de horas extras. As mudanças atendem uma série de apontamentos do Tribunal de Contas.

Em 2016, as despesas com horas extras ultrapassaram os R$ 2,5 milhões. Em 2020 foram pagos R$ 985 mil em horas extras. A redução com encargos de horas extras ocorrem mesmo após aumento médio de, pelo menos, 20% no salário dos mais de 370 funcionários da SAE.

DÍVIDAS SANADAS

Documentos e relatórios do Tribunal de Contas do Estado apontam que entre os anos de 2014 e 2016, o balanço da SAE fechou com prejuízo de mais de R$ 8,5 milhões. A atual administração lançou política de corte de gastos deixando em caixa cerca de R$ 20 milhões para investimentos. Nos últimos quatro anos diversas melhorias no setor de abastecimento foram feitas.

Leia também

×