SAE Ourinhos

Notícias

SAE intensifica medidas de combate à perda de água em Ourinhos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A SAE (Superintendência de Água e Esgoto) de Ourinhos iniciou 2021 intensificando as medidas o Plano de Combate à Perda de Água. Funcionários da autarquia percorrem todos os bairros da cidade para substituir hidrômetros que não estão mais funcionando. Cerca de 2 mil equipamentos registram consumo zero de água, causando prejuízos aos cofres da SAE, impossibilitando novos investimentos. Serão substituídos os medidores parados, quebrados e que não atendem as especificações do INMETRO.

A ação segue apontamentos do Ministério Público e tem o objetivo de gerar mais eficiência no fornecimento de água à população. A SAE lembra que, de acordo com as normas técnicas, os hidrômetros devem ser substituídos a cada cinco anos para que a medição de volume de água continue sendo precisa. A autarquia pede a colaboração da população, facilitando o acesso dos funcionários. Todos estão devidamente uniformizados e identificados com crachá. Qualquer dúvida pode ser esclarecida pelo telefone 3302-1000.

FURTO

Também dentro do Plano de Combate à Perda de Água a SAE promove fiscalizações para combater ligações clandestinas e adulteração de hidrômetros. Só no ano passado 284 multas foram aplicadas por irregularidades encontradas em residências. O valor da multa varia de R$ 1.051,80 a R$ 5.259,00 e o responsável pela irregularidade pode responder criminalmente por furto. Hidrômetros vencidos, furto de água e vazamentos aumentam o índice de perda de água no município, intensificando a falta d’água.

A SAE (Superintendência de Água e Esgoto) de Ourinhos iniciou 2021 intensificando as medidas o Plano de Combate à Perda de Água. Funcionários da autarquia percorrem todos os bairros da cidade para substituir hidrômetros que não estão mais funcionando. Cerca de 2 mil equipamentos registram consumo zero de água, causando prejuízos aos cofres da SAE, impossibilitando novos investimentos. Serão substituídos os medidores parados, quebrados e que não atendem as especificações do INMETRO.

A ação segue apontamentos do Ministério Público e tem o objetivo de gerar mais eficiência no fornecimento de água à população. A SAE lembra que, de acordo com as normas técnicas, os hidrômetros devem ser substituídos a cada cinco anos para que a medição de volume de água continue sendo precisa. A autarquia pede a colaboração da população, facilitando o acesso dos funcionários. Todos estão devidamente uniformizados e identificados com crachá. Qualquer dúvida pode ser esclarecida pelo telefone 3302-1000.

FURTO

Também dentro do Plano de Combate à Perda de Água a SAE promove fiscalizações para combater ligações clandestinas e adulteração de hidrômetros. Só no ano passado 284 multas foram aplicadas por irregularidades encontradas em residências. O valor da multa varia de R$ 1.051,80 a R$ 5.259,00 e o responsável pela irregularidade pode responder criminalmente por furto. Hidrômetros vencidos, furto de água e vazamentos aumentam o índice de perda de água no município, intensificando a falta d’água.

Leia também

×